2011-11-07

Em contagem decrescente...

... para o 4º aniversário da nossa princesa.
Têm sido 4 anos maravilhosos. Ainda este fim-de-semana, no local onde formos marcar a festinhas de aniversário que ela vai fazer com os amigos, a Sra. nos dizia que nem dá para acreditar que ela só faz 4 anos. Não porque ela seja alta e espaduada mas sim pela maturidade, comportamento e linguagem.
A propósito da linguagem, tenho que registar algumas palavras que ela usa e não me parecem nada normais para a idade:
- Aspersores
- Perfeccionista
. Naturalmente, evidentemente, claramente e outras terminada em mente
. Surpreendida
. (a actualizar à medida que me for lembrando)
Ainda no local da festa, a tal Sra. a cohece desde os 2 anos diz que apesar de lá termos ido poucas vezes na se esqueceu daMafalda e do comporto exemplar que ela teve quando lá foi com 2 anos e 1 mês.

Tenho uma filha linda e inteligente que amaria da mesma forma se assim não o fosse :)

Sou feliz!

2011-11-03

Rolling

Estas semanas em que estive sem escrever foram férteis em acontecimentos.
Primeiro, foi fazer a ecografia mamária onde descobri que tenho um quisto de 2mm na mamã esquerda. Enviei email ao meu médico que me confirmou o que o radiologista tinha dito, ou seja, que não há problema nenhum.

Depois fui tirar um sinal suspeito que tinha na mamã direita. Foi um sinal que me apareceu após a gravidez e que cresceu bastante nestes 4 anos. Além disso, já teve fases em que me deu comichão.
O meu ginecologista disse que o deveria retirar agora antes de engravidar pois iria crescer na gravidez e se fosse maligno a coisa tornar-se-ía muito feia. Como isto era algo que já andava a adiar há uma série de meses mas com um  enorme peso na consciência, este foi o empurrão final e lá o fui tirar. O tipo de sinal que era e a zona em que era implicavam que fosse um cirurgião plástico a fazê-lo. Correu tudo bem e o exame veio negativo.

Hoje recebi a luz verde do meu ginecologista: citologia normal. Agora podemos começar os treinos quando quisermos. Contudo, como ainda estou a tomar o bronchovaxom até meados do mês teremos de esperar até lá. E mesmo depois disso não tenho bem a certeza se quero começar a tentar imediatamente.
O maridão parece estar com vontade disso mas eu confesso que preferia começar a tentar em Janeiro...

A ver vamos.

2011-10-12

Hoje

Hoje fui ao pneumologista. Os meus invernos têm sido terríveis com multiplas infecções respiratórias e independentemente de engravidar ou não iria sempre lá nesta altura.
Recomendou-me que fizesse a vacina da gripe e o brocovaxom durante 30 dias. Só depois disso poderia começar a tentar engravidar.
Durante a gravidez, poderei ter que tomar medicação. Segundo ele é menos prejudicial ao bébé a medicação do que deixar agravar a asma.
Portanto, tudo aponta para final deste ano, início do próximo para começo dos treinos.

Mudando de assunto. Hoje o meu dia de trabalho foi frustrante.
Estive numa reunião quase todo o dia a tentar dar seguimento a um assunto importante e parece que andávamos sempre às voltas. Estou numa fase de imenso trabalho; nem sei para onde me virar.
Mas, não estimo que seja uma fase muito duradoura pelo que não tarda nada voltará tudo à normalidade.

2011-10-11

Entretanto

Esta gravidez está a ser planeada de forma diferente da anterior. Na primeira gravidez, assim que parei de tomar a pílula comecei logo os treinos. Agora, as coisas estão a ser feitas com mais calma. Vou tomar o ácido fólico até Dezembro. Até lá, estou a preparar-me: já fiz análises, ecografias, vou tirar um sinal suspeito e tomar a vacina da gripe.
Hoje disse à minha chefe que estava a pensar engravidar. Ela ficou um pouco surpreendida mas disse-me que tinha tomado uma boa decisão.
E assim, vou andando.

2011-09-22

Velocidade cruzeiro

Hoje foi um dia cheio de novidades.

De manhã tinha a tão desejada resposta do meu médico. Aconselhou-mea ligar para a clínica hoje de tarde e ver se havia alguma hipótese de ainda irao consultório esta semana para retirar o mirena. Segundo ele explicava noemail, deveria retirar o mirena 3 meses antes de começar as tentativas masdar-me-ía todos os detalhes na consulta.

À tarde liguei para o consultório e falei com a assistente.Tinha havido uma desistência para a consulta das 17h e se eu quisesse podia seratendida hoje mesmo. Claro que disse logo que sim. Por isso, às 17h, lá fui eu.

Vim muito satisfeita (as usual) da consulta. Retirei o mirena, fiz papanicolau, trouxerequisição para análises pré-concepção e receita do ácido fólico.

O meu médico recomenda que aguarde os três meses por doismotivos: primeiro para tomar o ácido fólico e garantir que fica nos níveisdesejados e depois porque é provável que permaneça um efeito residual do mirenadurante este tempo sendo mais díficil engravidar.

Assim, temos luz verde para tentar a partir de Dezembro (maiscoisa menos coisa).



Já disse que estou feliz?

2011-09-19

Vamos tentar acelerar

Não estando eu nada satisfeita com o facto de só terconsulta no meu médico daqui por um mês e mais uns dias (consulta que marqueijá quase há 1 mês), decidi enviar-lhe um email para ver se há alguma forma deacelerar o processo.

O problema é que estando eu a usar o mirena só o podereiretirar aquando da consulta mas talvez possa começar já a tomar o ácido fólicoe a fazer análise e em finais de Outubro já levo cerca de 1 mês depreparativos.

E foi exactamente isto que expliquei no meu email.

Até agora ainda não houve resposta.

2011-09-18

E tudo recomeça!...

Hoje, 2 meses antes da nossa princesa completar 4 anos deidade, tomámos mais um decisão que mudará para sempre as nossas vidas: Vamoster um 2º filho!

Sempre dissémos que queriamos ter 2 filhos. Eu cheguei aambicionar ter 3. Contudo, após o nascimento da Mafalda sentimos-nos de talforma preenchidos que deixámos de pensar nisso.

Porém, a Mafalda começou a pedir um mano acho que logo assim que começou a falar. Quase todos os dias insiste,pede, implora. E eu, confesso, que não só comecei a ceder à pressão como euprópria comecei a achar que ficar só com um filho era parco.

Eu sou filha única e sinto, algumas vezes, que é uma granderesponsabilidade. Penso que quando os meus pais forem idosos serei eu a ter queassegurar que terão uma velhice feliz, acompanhada e sã. E como sabemos, com oritmo de vida que hoje levamos será um grande desafio.

Sendo assim, fui amadurecendo a ideia e achei que estava nahora. Não gostaria de uma diferença maior do que 5 anos e a ter um 2º filho deveriaser no próximo ano: a Mafalda ainda estará no infantário e evita-se duasmudanças grandes em simultâneo: um irmão e a entrada na escola primário (oumelhor dizendo no primeiro ciclo).

Então, decidi expôr os meus pensamentos ao maridão e ver seele concordava comigo. A verdade é que ele se tem sempre mostrado um pouco maisrelutante em relação a este assunto. E a primeira vez que conversámos ele aindaestava com muitas dúvidas. Expliquei-lhe o meu ponto de vista e decidimosesperar algum tempo para ele amadurecer ideias.

Então, este Domingo, falámos novamente e ele disse-me queestava preparado para dar este novo passo. Que tinha a certeza que se decidisseter mais um filho não se iria arrepender da decisão e que caso decidisse nãoter poderia vir a arrepender-se.

Assim, começa uma nova caminhada que ficará em stand-by até27 de Outubro pois só nessa altura tenho consulta no meu médico.

Estou feliz!

2008-06-20

Papa Mama

Hoje,aos 7 meses e 2 dias, cerca das 22h, depois do banho. Mafalda nua começa a estalar a língua. Eu incentivo: "Diz Papá". E eis que ela começa a dizer "Papa Mama" e repete: "Papa Mama". Chamo o Pai que tinha ido buscar o leite, e com os olhos rasos de lágrimas volto a pedir: "Diz Papá, filha" e ela repete: "Papa Mama".
Não há maior felicidade do que esta!

2008-01-23

As vacinas...

... correram bem. Choraste um pouco mas apenas quando sentias o líquido entrar no bracinho. Quando te picaram nem choraste. Depois, olhaste para mim a fazer beicinho como que a dizer: "Como é que deixaste que me façam uma coisa destas?!". Mas posso dizer que foste uma valentona. Quando pararam de te torturar, paraste de chorar.
Estive sempre a fazer-te festinhas e acho que percebeste que a Mãe estava ali ao teu lado, como sempre estarei nos momentos díficeis.
Depois, ainda no centro de saúde coloquei-te um supositório ben-u-ron, tal como a pediatra disse, para evitar que fizesses febre.
Mais uma vez, correu tudo às mil maravilhas. Não fizeste febre, não inchou, nada. Foi como se nada tivesse acontecido.
E é tão bom, as coisas correrem assim.

2008-01-17

Amanhã...

...fazes 2 meses. Cresceste muito neste último mês. Sorris imenso, estás muito mais disperta e atenta a tudo o que te rodeia.
As tuas feições estão a mudar. Parte do cabelo caiu e já cresceu novo. Ao contrário do que seria de prever, parece que não vais ser loirinha como os papás eram na tua idade. Mas estás linda de morrer. Toda a gente o diz.
Passeamos imenso as duas. A Mamã não se atrapalha nada com a logística de sair contigo e está perfeitamente rendida ao carrinho da chicco que tanto lhe custou a comprar. É fácil de montar e desmontar e conduz-se bem. Também já fomos passear no sling e parece que gostaste (pelo menos dormiste o tempo todo). Mas o verdadeiro sucesso foi quando andaste no sling do Pai. Toda a gente se metia com o teu Papá. Tal como ele previa é um óptimo meio de "engatar gajas" :)
Gostas de colinho, mas também gostas da tua caminha. Acho que ainda não tens nenhum vício. E eu continuo a achar que quando choras te devo dar colo, que se acordas com pesadelos durante a noite te devo deitar junto de nós e sinceramente, se alguém ficar viciado neste mimos sou eu e não tu.
Tens alguns pesadelos. Foi a pediatra que o disse mediante a nossa descrição de acordares a tremer e com um choro aflitivo. Sei que dores não são porque quando tens dores choras de forma diferente. Sempre nos pareceu que seriam pesadelos e a Pediatra confirmou-o. Só não sabe dizer o que atormentará os sonhos de uma bébé tão pequena. E se normalmente não te deixo chorar (quando choras dou-te colo), quando começas com o choro dos pesadelos corro para pegar em ti. Sossegas ao fim de 1 segundo ao meu colo. Às vezes, nem preciso de pegar em ti. Basta fazer-te uma festinha.
Quanto à alimentação, continuamos com a maminha seguida de suplemento. Segundo a Pediatra, a quantidade de suplemento que bebes é quase desprezável, mas se não o beberes normalmente não ficas satisfeita. Foi o vício que ficou dos dias de internamento por causa da icterícia. Mas eu não me importo. Continuas a usufruir dos aspectos positivos da maminha onde mamas sempre cerca de 10min numa e 5 noutra (isto é muito variável, mas se houvesse um padrão seria este). O que interessa é que estejas a crescer bem. Pesas cerca de 4,400kg e medes 55cm. Estás no percentil 25 (onde tens estado desde que nasceste). Apesar de este dado estatístico dizer que és uma bébé abaixo da média as pessoas acham que és uma bébé gordinha porque tens umas bochechinhas lindas.
Essa carinha torna-se ainda mais linda quando sorris. Normalmente, de manhã, presentei-as-me com um lindo sorriso, como que a dizer "Bom dia, Mamâ". E o meu típico mau-humor matinal desaparece.
Continuas as mamar durante a noite. Normalmente, mamas cerca das 00h, depois por voltas das 3h e novamente às 6h. Se bem que esta última noite dormiste seguido das 22h30 às 3h30 e depois das 4h às 7h. Eu ando a tentar habituar-te a mamares apenas peito a meio da noite e normalmente não te mudo a fralda (a não ser que tenhas cócó) para ver se começas a perceber que aquela hora não é hora de comer mas sim de dormir. Vamos ver se quando a Mamã for trabalhar já aguentas a noite toda.
A única noite verdadeiramente má que nos deste foi no início desta semana. Eram cólicas. Choraste desde as 22h até às 6h da manhã em intervalos de 10min. Foi impossível dormir. Mas o mais engraçado é que mantive a calma o tempo todo e até estive bem disposta. Felizmente, as malvadas das cólicas não te têm atormentado muito desde então. Aliás, é um mal de que não sofres muito. Até ao mês e meio estivemos completamente livres delas. Depois vieram de mansinho e só nessa noite atacaram a sério.
Continuas a ser uma bébé muito calma. Só choras por três motivos: fome, dores ou pesadelos. (Adenda: Acabo de me lembrar de mais um: quando te engasgas, detestas!)
O banho é a tua hora preferida do dia. Dás às pernas e aos braços e fica com um ar ainda mais feliz. Depois do banho há uma pequenina sessão de massagem com o teu body milk da uriage. Gostava que fosse maior mas normalmente ficas com tanta fome que começas a choramingar e eu tenho que me despachar. Os cremes da uriage que te comprámos são 5 estrelas. No início tinhas a pele toda a escamar, muito seca. Tentámos com o óleo de amêndoas doces com o o mytosil mas parece que ficavas cada vez pior. Desde que passámos para a uriage ficaste com uma pele fantástica. No banho usamos o creme lavante. Para hidrtar o corpo coloco-te o 1er lait e na carinha o cold cream que acabou com algumas borbulhinhas inestéticas que tinhas. Toda a gente tece elogios à tua pele.
Nos últimos dias apareceu um pouquinho de crosta láctea. Fui controlando com o óleo de amêndoas doces antes do banho mas pedi à pediatra para receitar algo mais eficaz. Ela riu-se e disse que tu quse não tinhas nada mas eu mesmo assim insisti. Sei que não é sinal de falta e cuidado ou higiene mas vou fazer tudo para que não tenhas este problema porque fica muito feio.
O desvio posicional do teu pé esquerdo, desapareceu. Este mês estavamos preocupados com um papinho escuro que te surgiu na palma da mão direita mas a pediatra desvalorizou.
Amanhã é dia de vacinas. Vais tomar as do plano nacional de vacinação mais a Prevenar. No mês que vem tomas a vacina do Rotavírus. Espero que não chores muito porque este meu coraçãozinho de mãe já está apertadinho só de pensar nisso.
Quanto a mim, sinto-me muito bem neste meu papel. Não sou a mãe galinha (no sentido negativo) que pensei que ía ser. Sou calma, lido muito bem contigo e não há nada que me custe fazer. Apenas um episódio em que perdi um pouco a calma, mas o Papá tratou de ti e eu recuperei na hora.
Começo a mentalizar-me de daqui por 2 meses, regresso ao trabalho e vou deixar de estar contigo a tempo inteiro. E os meus olhos ficam um pouco húmidos quando penso nisso... Vais ficar com a avó até Setembro e depois vais para o infantário. Eu confio. Mas não é a mesma coisa que estares comigo. Nós temos a nossa cumplicidade... Resta-me o consolo de trabalhar menos 2h por dia até fazeres um ano.
Um mês antes de recomeçar o trabalho, vou começar a ir uma manhã por semana para uma reunião de gestão em que costumo participar. Para me ir inteirando do que se está a passar na empresa e para me ir habituando a estar longe de ti. Segundo me disse ontem a minha chefe, vai haver alteração das minhas funções. Vou passar a ter mais responsabilidades e coordenar uma nova área. Penso que isto seja positivo porque me vai ocupar bastante e me vai realizar profissionalmente e assim pode ser que custe um bocadinho menos.
E sobre o Papá? Só te posso dizer que tens o Papá mais babado do mundo. Nota-se que ele está muito feliz e que um sorriso teu lhe enche completamente o coração. Não há nenhuma tarefa que eu faça que ele não faça com igual sucesso: dá-te banho, dá-te o leitinho, muda fralda, põe a arrotar, acorda durante a noite, etc. Como é óbvio, eu tenho muito mais "horas de serviço" do que ele, mas ele desenrasca-se muito bem.
Sabes o que aprendemos contigo? Que o amor é um sentimento inesgotável e que cresce a cada dia.
Somos felizes!